A PSA em Vigo já produziu a primeira unidade pré-série da Toyota Proace City, com base na plataforma  do Peugeot Partner, Citroën Berlingo e Opel Combo.

A unidade galega irá produzir cerca de 35 mil unidades anuais do Toyota Proace, estimando que cerca de 90% se destinem aos mercados internacionais. Groupo PSA e Toyota ainda não anunciaram se o modelo com “emblema” da marca japonesa também será produzido em Mangualde, fábrica-satélite da espanhola e de onde já saem Partner, Berlingo e Combo.

O furgão compacto Toyota Proace City apresenta-se em dois comprimentos: curto, com 4,4 m, e longo, com 4,7 m. Estará disponível com três lugares dianteiros na versão fechada ou com vidros laterais. A versão longa também poderá ser encomendada na variante de cinco lugares “crew cab” para utilização mista. Já a versão de passageiros Proace City Verso será oferecida com cinco ou sete lugares na versão curta e longa.

Em termos de capacidade de carga, o modelo oferece um volume máximo de 3,3 m3 (modelo curto) a 4,3 m3 (versão longa com a opção “Smart Cargo” – Carga Inteligente). Desde a Toyota destacam o facto de ser “dos poucos veículos da sua classe com capacidade de carga para duas euro-paletes”. A capacidade de reboque pode ir até 1,5 toneladas (em reboques com travões).

Quanto a motores, serão propostos, na fase inicial, a lançar nos primeiros meses de 2020, blocos a gasolina e diesel com potências de 75 a 130 cv. Em 2021, chegará a variante eléctrica do modelo.

 

Comments are closed.