O terminal de contentores de Sines disporá em breve de RTG semi-automáticos, anunciou a Kalmar, a companhia que fornece os equipamentos.

Sines-TerminalXXI1

A PSA Sines e a Kalmar têm trabalhado na semi-automatização dos 11 RTG E-One2 adquiridos pela PSA Sines no início deste ano e que já dispõem de ligação por fibra óptica e software de operação com recurso a GPS e navegação por satélite.

Os testes-piloto foram realizados com uma consola de controlo remoto e no entretanto a concessionária do Terminal XXI já encomendou mais sete.

A semi-automatização dos RTG visa obter ganhos de produtividade nas operações portuárias. O Terminal XXI tornar-se-á o primeiro terminal de contentores português com este nível de de desenvolvimento.

A PSA Sines tem em curso um investimento de 40 milhões de euros no aumento da capacidade do terminal, de 1,7 milhões para 2,5 milhões de TEU/ano. A expansão deverá ficar concluída até ao final do ano.

Nos primeiros quatro meses do ano, Sines processou 408 184 TEU (mais 9,1% em termos homólogo). Só em Abril foram 128 837 (mais 25,3%).

 

 

This article has 1 comment

  1. Parabéns à autoridade de Singapura, que não para de crescer no porto alentejano de Sines para bem da nossa economia nacional, queremos ver aumentar os movimentos dos maiores portacontentores mundiais