Vladimir Putin pretende que apenas navios russos possam transportar gás e petróleo na Rota do Ártico, retomando uma prática do tempo da União Soviética.

Rota do Mar do Norte - Ártico

Putin sustenta que a proposta pretende aumentar os volumes do transporte marítimo da Rússia, reforçar a posição das companhias do país e criar oportunidades adicionais para a renovação da frota, informou a RT News da Rússia.

De acordo com o chefe de Estado russo, a câmara baixa do Parlamento russo (Duma) já está a trabalhar na lei. “Espero que ela seja adoptada em breve”, afirmou Vladimir Putin, acrescentando que há propostas para alargar a regra para outras áreas marítimas do país. “Vamos analisar todas essas questões cuidadosamente e sem pressa”, indicou.

No tempo da União Soviética, a navegação pela Rota do Mar do Norte era um exclusivo das embarcações com pavilhão soviético. A navegação pelo Árctico reduz para metade o tempo de trânsito entre o Sudeste da Ásia e a Europa.

A quantidade de carga transportada através dessa rota atingiu, em 2016, um recorde de 7,5 milhões de toneladas. A agência federal russa de transporte marítimo e fluvial prevê que os volumes poderão crescer seis vezes nos próximos três anos. Os navios transportarão, sobretudo, gás natural liquefeito, petróleo e carvão.

 

 

Comments are closed.