A Qatar Airways desistiu de investir na American Airlines e justifica-o com os resultados trimestrais da companhia norte-americana.

Qatar Airways

“Uma análise mais profunda da proposta de investimento financeiro, tendo em conta a última divulgação pública [dos resultados trimestrais] da American Airlines, demonstrou que o investimento não cumpre com os nossos objectivos”, anunciou a companhia árabe em comunicado.

No final de Junho, em plena crise do Médio Oriente, a Qatar Airways anunciou a intenção de comprar até 10% da American Airlines. O anúncio foi prontamente contestado pela administração da companhia norte-americana, que garantiu não ter solicitado tal oferta e lembrou que qualquer compra de mais de 4,75% do capital depende do seu acordo expresso.

Agora, ao que parece, a Qatar Airways estaria a considerar comprar apenas 4,75% do capital da AA (e assim dispensar o acordo prévio da administração), mas mesmo isso não irá para a frente.

Nos EUA, os direitos de voto de estrangeiros nas companhias aéreas nacionais estão limitados a 24,9%.

» Qatar Airways quer 10% da American Airlines

 

Os comentários estão encerrados.