Cerca de quatro mil navios terão instalados filtros de gases de escape (scrubbers) a 1 de Janeiro de 2020, dia em que entram em vigor os novos limites de teor de enxofre da IMO.

A previsão é da Associação de Sistemas de Limpeza de Gases de Escape (EGCSA, em inglês) e é superior à de 3 000 scrubbers antecipada para a mesma data pela CE Delft, a consultora da IMO.

Desde a EGCSA salientam que os armadores que apostaram na instalação de filtros também beneficiarão os que não o fizerem, na medida em que a pressão de procura de combustíveis que cumpram o limite de 0,5% de teor de enxofre será menor. “A procura deverá reduzir em 18%”, indicam a entidade.

A EGCSA avisa, porém, que ainda há alguma incerteza no que se refere à operação dos scrubbers, pelo que criou uma base de dados para ajudar as companhias. Do documento, que tem a forma de mapa-mundo, constam as regras de operação. Realce para o facto de poder-se fazer zoom, permitindo ver que terminais permitem ou restringem a operação de navios com filtros.

Comments are closed.