Depois de Portugal e Angola, a FedEx acaba de entrar no mercado cabo-verdiano pela mão da Rangel, sua parceira desde 1999.

FedEx

 

A Rangel anunciou a entrada no mercado de Cabo Verde, com a abertura de delegações nas cidades do Mindelo e da Praia.

O arquipélago torna-se, assim, o terceiro país africano onde o grupo nortenho tem presença física directa, depois de Angola e de Moçambique.

Com a Rangel chega também a Cabo Verde a FedEx. “A parceria de sucesso que mantemos em Portugal e em Angola [desde 2007] fez com que, uma vez mais, a FedEx reafirmasse a sua confiança nos serviços que prestamos”, afirma Nuno Rangel, vice-presidente da empresa, citado num comunicado emitido a propósito.

Com o estabelecimento em Cabo Verde o grupo de Eduardo Rangel dá também mais um passo na sua estratégia de desenvolvimento do triângulo Portugal (Europa) – África – Brasil (América). A entrada no mercado brasileiro aconteceu no ano passado. Mas a ideia é não ficar por aqui.

No ano passado, o grupo Rangel realizou um volume de negócios de 150 milhões de euros, resultado de um crescimento de cerca de 15%.

 

 

 

Tags:

Comments are closed.