A UPS obteve receitas de 14,6 mil milhões de dólares (13 mil milhões de euros) no segundo trimestre de 2016, mais 3,8% do que no período homólogo do ano passado.

UPS - Worldwide Express

“Estamos a investir para expandir a nossa rede global, através da implementação de novas tecnologias e da captação de novas receitas em mercados emergentes”, afirmou, citado em comunicado de imprensa, o presidente e CEO da UPS, David Abney. “Estes investimentos estratégicos na diversificação do negócio geraram, mais uma vez, forte valor para os nossos clientes e accionistas”, salientou.

O lucro operacional nas operações domésticas nos Estados Unidos aumentou 13,7% para 1,2 mil milhões de dólares (1 074 milhões de euros). A UPS atribuiu esta melhoria a ganhos na produtividade, sustentada pela tecnologia, e menores custos do combustível.

No que se refere ao lucro operacional internacional, a companhia reportou um aumento de 11%, para 613 milhões de dólares (548 milhões de euros), um valor recorde para o segundo trimestre. “O crescimento do volume em todos os produtos, estratégias de preço rigorosas e a optimização da eficiência da rede contribuíram para o aumento da rentabilidade deste segmento”, indica o comunicado da UPS.

A receita da área de Supply Chain & Freight aumentou mais de 13%, para 2,5 mil milhões de dólares (2,24 mil milhões de euros), um crescimento sustentado sobretudo pela aquisição da Coyote Logistics no terceiro trimestre do ano passado. Em sentido contrário, as fracas condições do mercado no Air Freight Forwarding e LTL pesaram sobre o crescimento das receitas.

 

 

Tags:

Comments are closed.