O porto de Maputo, Moçambique, obteve receitas de 3,12 mil milhões de meticais (44 milhões de euros) no primeiro semestre, anunciou a concessionária Maputo Port Development Corporation (MPDC).

Na comparação com o primeiro semestre de 2017, as receitas do Porto de Moçambique cresceram 20%, ou 500 milhões de meticais (sete milhões de euros).

O aumento das receitas deveu-se ao aumento da capacidade instalada e, logo, dos volumes movimentados.

 

Em 2016 e 2017,  as obras de dragagem permitiram passar de fundos de -11 para -14,3 metros e receber navios com o dobro da tonelagem.

Já em Março deste ano, a Mota-Engil foi encarregue de realizar obras (em curso) no valor de 51,7 milhões de euros para reabilitar um quilómetro de cais para receber navios maiores.

Em 2017, o porto de Moçambique movimentou 18,1 milhões de toneladas (14,9 milhões em 2016). No ano corrente, a MPDC prevê processar 22 milhões de toneladas.

 

Os comentários estão encerrados.