Portugal não estará a ser afectado pelo plano de reestruturação da espanhola Transportes Ochoa, avança a imprensa especializada do país vizinho.

Na sequência do recurso ao processo judicial de credores, em Julho, que chegou a motivar a suspensão da actividade, a empresa reorganizou a sua estrutura operacional, tendo encerrado três centros logísticos e 12 delegações de transporte.

A Transportes Ochoa opera agora com 31 plataformas próprias e quatro franchisadas em Espanha e mantém os quatro centros de operações em Portugal.

O quadro de pessoal foi entretanto reduzido, de cerca de 700 para apenas 500 trabalhadores. Sendo certo que muito do trabalho era realizado por transportadores “autónomos”.

Na mesma linha, o parque de viaturas utilizado no longo curso foi reduzido a meia centena de camiões, complementados com cerca de uma centena de ligeiros para a distribuição regional/local.

Os comentários estão encerrados.