Enquanto não chega a prometida electrificação da Linha do Algarve, a Refer lançou hoje o concurso para a renovação da via em algumas das estações.

De acordo com o anúncio hoje publicado em Diário da República, a gestora da infra-esrutura ferroviária propõe-se substituir as travessas de madeira por travessas de betão e os carris defeituosos nas estações de Alcantarilha, Silves, Estômbar e Mexilhoeira Grande.

O investimento previsto é de 600 mil euros e o prazo para a execução dos trabalhos é de 90 dias, sendo que o prazo para a apresentação das propostas se prolonga até ao próximo dia 27 de Outubro.

No início de Agosto, o presidente da Refer, Rui Loureiro, anunciou a intenção de investimento de 120 milhões de euros na modernização da Linha do Algarve, incluindo a electrificação da via (actualmente restrita ao troço Tunes-Faro), a melhoria dos sistemas de sinalização e comunicações, a relocalização de estações e a criação do ramal de ligação de Faro ao aeroporto.

Segundo Rui Loureiro, os trabalhos de electrificação deverão iniciar-se em 2016, para estar concluídos em 2019, e a ligação ao aeroporto deverá arrancar em 2017.

Os comentários estão encerrados.