A partir de 2015, os transportadores de mercadorias pagarão dez libras esterlinas/dia por circularem nas estradas britânicas, pretende o governo de Londres.

Na prática, a medida apenas atingirá os transportadores não britânicos, uma vez que os nacionais serão ressarcidos do sobrecusto em que incorram. A introdução de portagens para pesados de mercadorias no Reino Unido visa, de resto, equilibrar as condições de operação dos transportadores locais face aos seus colegas e concorrentes do continente.

Actualmente estima-se que os transportadores rodoviários britânicos suportam taxas de 13 libras esterlinas/dia por circularem nas estradas do continente, ao passo que os continentais não pagam nada por circular no Reino Unido.

A associação nacional britânica dos transportadores rodoviários de mercadorias há anos que denuncia a situação, e por isso a intenção anunciada pelo novo secretário de Estado dos Transportes foi muito bem recebida.

Calcula-se que anualmente serão 1,5 milhões os pesados de mercadorias continentais a circular nas estradas britânicas. Com a criação das portagens, cada pesado deverá representar um encargo extra de mil libras esterlinas. “Um bom começo”, na opinião dos transportadores britânicos.

A legislação que introduz as portagens para os pesados de mercadorias deverá ser publicada no decorrer do próximo mês. A implementação do sistema deverá demorar uns dois anos. A cobrança arrancará, seguramente, em 2015.

Comments are closed.