Prosseguindo o esforço de disponibilizar informação de qualidade sobre o sector, a Riscos Editora, que detém o TRANSPORTES & NEGÓCIOS, acaba de editar “O imperativo da bitola europeia”, da autoria de Mário Lopes, professor do IST e presidente da Adfersit.

Capa-1a

Ao longo de centena e meia de páginas, o autor aborda a importância da ferrovia para a competitividade da economia nacional, disserta sobre as ligações ferroviárias internacionais previstas e elabora sobre as possibilidades de financiamento dos empreendimentos propostos e avança sugestões para o futuro.

Particular enfase é dada ao Corredor Ferroviário Internacional Norte: Aveiro – Salamanca. Aí, Mário Lopes trata de desmontar os argumentos que têm justificado a opção (?) do Governo pela modernização da Linha da Beira Alta, sustentando ao invés a escolha por uma construção de raiz em bitola europeia.

Em nome do rigor e com a preocupação de facultar elementos para que cada leitor possa formar a sua opinião sobre o tema, o autor fundamenta a sua argumentação com um vasto conjunto de fontes documentais, que cita e de que disponibiliza as referências para consulta pelos interessados.

“O imperativo da bitola europeia” tem prefácio de José António Barros, ex-presidentre da AEP e 1.º vice-presidente da CIP.

“O imperativo da bitola europeia” está disponível para consulta online aqui. A edição impressa será lançada em Lisboa, no próximo dia 21 do corrente. O custo de cada exemplar é de Euro 15. Os interessados podem reservar desde já o seu exemplar aqui.

A edição de “O Imperativo da Bitola Europeia” tem o apoio da APS, da APSS e do SPC.

Comments are closed.