Nos últimos três anos, o tráfego ro-ro (entenda-se, de automóveis) em Setúbal cresceu cerca de 35%, salienta a administração portuária em comunicado.

Porto de Setúbal

“Actualmente chegam a demandar o Porto de Setúbal, através do seu Terminal Ro-Ro dedicado, uma média de aproximadamente 2 000 unidades de importação por semana, com picos que chegam a atingir mais do dobro desse valor”, acrescenta a APSS.

Pela proximidade da Autoeuropa, as marcas do grupo Volkswagen “representam aproximadamente 65% do total” movimentado, com ligações directas semanais à Alemanha (operadas pela VW Logisics) e quinzenais à China (asseguradas pela NYK).

Mas a APSS destaca igualmente o crescimento da Grimaldi – “cuja frequência passou para três navios por semana” -, e ainda da Euro Marine Logistics (EML). Realçada é também a “recente presença da Nissan e da BMW”, que confirmam Setúbal “como uma porta de excelência para a entrada e saída de viaturas, para Portugal e Península Ibérica e para o Mundo”.

Daí a “manutenção de áreas totais de parqueamento disponíveis superiores a 6 hectares”  e daí também a “recente obra de expansão do terminal”.

Nesta espécie de balanço da actividade ro-ro, a APSS, agora liderada por Lídia Sequeira, destaca ainda o desempenho da Navipor, “principal operadora portuária deste segmento em Portugal”.

No primeiro semestre do ano em curso, Setúbal movimentou 134 988 toneladas de carga ro-ro (menos 4,4% em termos homólogos) e um total de 90 475 veículos (menos 2,3%).

 

Comments are closed.