O aprofundamento do canal de Nieuwe Waterweg e de Botlek, em Roterdão, foi concluído. O maior porto da Europa agora pode, agora, receber navios maiores.

A obra de 70 milhões de euros foi iniciada pelo Porto de Roterdão em Março de 2018. Aquela que é uma das vias navegáveis mais movimentadas da Holanda foi aprofundada em 1,5 metros (para fundos de -15 metros) a uma distância de 25 quilómetros da costa.

“Grande, maior, o maior. Estamos a falar de Aframax, Suezmax e Panamax, navios gigantescos que navegam de forma mais barata, sustentável e segura”, comentou Cora van Nieuwenhuizen, ministra da Infra-estrutura e Gestão da Água da Holanda.

“No sector portuário, o grande não é apenas uma questão de honra, mas também é uma condição para a sobrevivência no mundo competitivo de hoje. Isso certamente é verdade para o porto de Roterdão”, acrescentou a governante holandesa.

“Os investimentos da Autoridade Portuária estão a provocar uma ampla gama de investimentos no sector de negócios portuários. Isso confirma o nosso objectivo de continuar a fortalecer a indústria portuária existente, além de nos esforçarmos para desenvolver actividades inteiramente novas, como por exemplo investir na transição energética e digitalização”, acrescentou Ronald Paul, CEO da Autoridade Portuária de Roterdão.

 

 

 

Comments are closed.