A instalação dos filtros, dos fornecedores Alfa Laval e Wärtsilä, arrancará já em Janeiro e decorrerá até 2017, com cada operação a ter um tempo previsto de oito meses.

O segundo maior operador mundial de navios de cruzeiros vai instalar filtros num total de 19 navios, 13 com a marca Royal Caribbean e seis com a insígnia Celebrity Cruises. Além disso, os navios entregues ao longo de 2014 – o Quantum of the Seas e o Mein Schiff 3 – foram construídos já com filtros e o Liberty of the Seas testou o sistema ao longo dos últimos dois anos.

A Carnival Corp e a Norwegian Cruise Line foram as primeiras empresas de cruzeiros a anunciar a instalação de filtros em larga escala. A Royal Caribbean optou por uma postura mais cautelosa, justificada pela intenção de implementar uma solução que funcionasse para a ECA da América do Norte, mas também para futuras regulações.

Comments are closed.