A taxa de circulação para camiões estrangeiros do Reino Unido arrecadou 44 milhões de libras (60,1 milhões de euros) no primeiro ano de cobrança, segundo o Ministério dos Transportes do país.

Portagens - Reino Unido

Em vigor desde Abril de 2014, a taxa cobrada aos pesados de mercadorias com mais de 12 toneladas que usem as estradas do Reino Unido foi paga 1,8 milhões de vezes por transportadores de 90 países (o pagamento online pode ser feito aqui https://www.gov.uk/hgv-levy).

A maioria dos pagamentos (98%) foi relativa ao escalão mais elevado, o G, de 10 libras (13,7 euros)/dia ou 1000 libras (1367 euros) por ano. Mais de 90% dos operadores optou por períodos inferiores a uma semana. Polónia (26%), Roménia (12%) e Espanha (8%) foram os países com maior preponderância.

Em caso de falta de pagamento, a multa, a liquidar pelo motorista de imediato, é de 300 libras (410 euros). As autoridades britânicas emitiram cerca de 2 500 notas de multa, num total de 750 mil libras (1,025 milhões de euros).

“A taxa está a provar ser um grande sucesso e é correcto que todos os camiões que usem as estradas do Reino Unido contribuam para o uso que lhes dão”, afirma o ministro dos transportes britânico, Robert Goodwill, citado pela assessoria de imprensa.

“Esta taxa é apoiada pelo sector transportador britânico e equilibrou o jogo para os operadores. Os camiões registados no Reino Unido pagam taxas e portagens na Europa, pelo que é justo que os TIR estrangeiros não fiquem isentos de taxas neste país”, acrescenta Goodwill.

Os comentários estão encerrados.