A Ryanair concluiu em Dezembro a compra de 100% da LaudaMotion, a maior transportadora low cost da Áustria, anunciou hoje a empresa austríaca num comunicado.

Com a conclusão da operação, a LaudaMotion – que passa a ser uma subsidiária a 100% da Ryanair – vai aumentar a frota de 19 aviões Airbus para 25 no próximo Verão e 30 em 2020, o que lhe permitirá ter capacidade para transportar um total de quatro milhões de passageiros em 2019, seis milhões em 2020 e 7,5 milhões passageiros em 2021, acrescenta o comunicado.

A compra da LaudaMotion pela Ryanair traduzir-se-á na criação de 400 postos de trabalho para pilotos, pessoal de cabine e engenheiros nas quatro bases onde opera: Viena (que passará de quatro para oito aviões), Estugarda (três), Dusseldorf (sete) e Palma (dois).

No Inverno de 2019 a frota da base de Viena aumentará para 11 aviões e a LaudaMotion passará a ser a segunda maior companhia aérea austríaca, apenas atrás da Austrian Airlines.

A LaudaMotion também prevê anunciar 20 novas rotas a partir de Viena, Estugarda, Dusseldorf e Palma no próximo mês.

“Com o apoio da Ryanair, a LaudaMotion deverá crescer fortemente nos próximos três anos”, afirmou hoje, em Viena, o presidente executivo (CEO) da transportadora, Andreas Gruber, refere o comunicado.

» Ryanair conclui compra de 75% da LaudaMotion

Os comentários estão encerrados.