A Samskip anuncia um novo serviço directo, com um navio próprio, entre Portugal e o Reino Unido, estimando um aumento de volumes na ordem dos 30-40%.

O novo serviço semanal será operado com um navio de mil TEU de capacidade, que ligará Leixões e Lisboa a Tilbury e Roterdão, com um transit time de cinco dias. Com ele a Samskip propõe-se responder ao aumento da procura, pelo que a nova oferta acresce às ligações já existentes (quatro vezes por semana para Leixões e uma vez para Lisboa), com recurso a capacidade de outros operadores.

O upgrade permitirá à Samskip aumentar os volumes no Portugal-UK em 30-40%, de acordo com a responsável da companhia para os tráfegos da Ibéria, Lisa Westerhuis, citada em comunicado.

O aumento da procura da parte dos importadores e exportadores nacionais deve-se em boa parte à crescente utilização de contentores de 45 pés, justifica o director comercial executivo para a área internacional da Noatum Maritime Services, que representa a Samskip em Portugal.

“Os contentores de 45 pés são especialmente competitivos face aos trailers em distâncias de até 200 km dos portos, incluindo tráfegos transfronteiriços”, sublinha Luís Paz da Silva, também citado no comunicado. E daí, estima, o mercado dos contentores de 45″ em Portugal ter-se-á multiplicado por quatro nos últimos dez anos.

As exportações nacionais de produtos alimentares e bebidas são particularmente visadas pelo novo serviço directo. Mas não só. A nova oferta deverá permitir alavancar outros serviços de valor acrescentado, desde logo cross-docking e LCL, acrescenta Luís Paz da Silva.

Na dúvida sobre como evoluirá o Brexit, a Samskip reforçou as suas equipas de atendimento aos clientes e de serviços aduaneiros, garante Lisa Westerhuis.

Tags:

Comments are closed.