Para reforçar a frota de entregas de proximidade, a Santos e Vale investiu 4,7 milhões de euros em 60 viaturas ligeiras MAN e DAF.

 

A pandemia da Covid-19 e o confinamento adoptado para a combater resultaram num aumento significativo das entregas porta-a-porta, no retalho e em consumidores finais. Para responder a essa alteração substantiva do mercado, a Santos e Vale investiu no reforço e modernização do parque de viaturas, com a compra de 60 unidades.

A escolha recaiu em 40 MAN e 20 DAF, com diferentes motorizações e tipos de carroçaria. As novas viaturas serão distribuídas pelas 17 plataformas da empresa, com particular incidência em Lisboa e Porto, onde a alteração dos hábitos de abastecimento e consumo mais se sentiu.

“Continuamos com o mesmo objectivo: prestar o melhor serviço aos nossos clientes! As empresas necessitam de se reinventar, temos que apresentar sistematicamente novas e diferenciadas soluções competitivas no mercado. Esta é a nossa cultura e acredito que não existe outro caminho.”, referiu, a propósito deste investimento, Joaquim Vale, administrador da Santos e Vale, citado em comunicado.

Também por isso, novas aquisições estão já pensadas, agora para as demais áreas de negócio. “Esta aquisição faz parte do plano de expansão da empresa para 2020. Além deste investimento na área de Distribuição, temos também em plano aquisições para as restantes áreas de negócio do Grupo, a Logística e o Transporte.”, reforçou o responsável.

Comments are closed.