A Schenker, empresa de logística do grupo DB, confirmou ter desistido das queixas contra a Nippon Cargo, a SAS e a Cargolux, no âmbito do processo de cartelização na carga aérea que corre nos EUA.

O acordo entre a Schenker e as três companhias aéreas foi primeiramente noticiado pelo The Wall Street Journal, que citou uma fonte conhecedora do processo para dizer que a indemnização acordada ficou abaixo dos 100 milhões de dólares. Ninguém confirmou.

O processo intentado pela Schenker nos EUA visa também a Air France, a KLM, a Martinair, a Qantas e a ANA. Noutro processo semelhante, a correr na Alemanha, são também citadas, entre outras, a Lufthansa e a British Airways.

No início de Dezembro do ano passado, a Deutsche Bahn anunciou pretender receber indemnizações de 2,5 mil milhões de dólares (cerca de 2,23 mil milhões de euros) de várias companhias aéreas por alegada concertação de preços e sobretaxas na carga aérea.

O montante total reclamado dividia-se em 370 milhões de dólares (286 milhões de euros) nos Estados Unidos e 2,19 mil milhões de dólares (1,95 mil milhões de euros) na Alemanha.

Tags:

Os comentários estão encerrados.