A DB Schenker não só não prevê acabar com o comboio semanal entre Portugal e a Alemanha, como prepara para o primeiro trimestre do próximo ano o relançamento da segunda ligação, garante a empresa.

O segundo comboio semanal promovido pela Schenker Transitários foi lançado em Outubro de 2012 e interrompido em Abril passado (depois de um interregno natalício). Na altura, ao TRANSPORTES & NEGÓCIOS, Jorge Carvalho, director comercial e de marketing da empresa, justificou a suspensão com a “baixa ocupação à importação”, fruto da quebra das importações e da fraca adesão dos carregadores.

O anúncio do relançamento da segunda ligação, algures no primeiro trimestre de 2014, surge em resposta às notícias que davam como estando iminente a interrupção do serviço, comummente conhecido como “comboio da Autoeuropa”, por problemas no atravessamento de França.

A situação, reconhecida em comunicado pela Schenker Transitários, ter-se-á agudizado há cerca de duas semanas, quando os comboios sofreram um atraso de mais de uma semana num trajecto que não é suposto durar mais de 48 horas.

Em causa estará o acesso à infra-estrutura, particularmente em França, mas também em Espanha, por causa de obras nas vias. A situação estará a ser negociada directamente pela DB Schenker junto das direcções da Adif e a da RFF.

A circulação ferroviária estará entretanto normalizada, garante a companhia.

Comments are closed.