A docagem de navios para instalação de scrubbers aumentou nas últimas semanas e deverá continuar em alta nos próximos meses, assinala a Alphaliner.

À medida que se aproxima a data imposta pela IMO (1 de Janeiro de 2020) para a redução das emissões de enxofre, multiplicam-se as operações de montagem de scrubbers nos navios que continuarão a utilizar os combustíveis mais “sujos”. A Alphaliner aponta para 550 navios nos próximos meses.

No caso dos navios porta-contentores, a consultora parisiense avança que neste momento haverá 31 navios, pelo menos, parados nos estaleiros para receberem os scrubbers (filtros de gases de exaustão).

Juntos, representam cerca de 350 mil TEU que estão, assim, inoperacionais. O que até nem é dramático porque a procura de transporte está fraca.

Comments are closed.