Depois da Maersk, é agora a vez da Seaspan preparar uma mega-encomenda de navios porta-contentores. Uma carta de intenções terá sido já assinada com os estaleiros sul-coreanos da STX Offshore and Shipping (STXOS).

Até ao momento nenhuma das partes confirmou o negócio, mas no meio tem-se por praticamente certo que o armador canadiano colocará uma encomenda de dez navios de 14 000 TEU, com direito de opção para mais dez unidades, num negócio que poderá chegar aos 2,8 mil milhões de dólares.

Os novos navios terão 310 metros de comprimento e 45 metros de largura. Cerca de três vezes o tamanho de um campo de futebol. Uma classe à parte, onde se contarão também os Triple-E da Maersk de 18 000 TEU.

A Seaspan é um dos maiores armadores independentes mundiais. Entre os seus clientes contam-se companhias de topo como a Maersk, a Hapag-Lloyd, a CSCL, a CSAV, a K Line, a MOL, a Coscon ou a UASC.

Actualmente a companhia detém uma frota de 59 navios porta-contentores, com uma idade média de cinco anos, todos com contratos de longo prazo. Este ano, a empresa já recebeu quatro navios novos, o último dos quais, o Cosco Vietnam, de 8 500 TEU, há poucos dias. Até Março do próximo ano receberá mais dez unidades.

Comments are closed.