O Tribunal Administrativo e Fiscal (TAF) de Almada vai voltar a analisar a providência cautelar do Clube da Arrábida a pedir a suspensão das dragagens no estuário do Sado . . .

 

*** CONTEÚDO DE ACESSO RESERVADO. FAÇA LOGIN OU TORNE-SE ASSINANTE T&N ***