A partir de amanhã, Barcelos disporá de uma rede urbana de transportes. A Barcelosbus é mais um SIM (Sistema Integrado de Mobilidade) desenhado pela Transdev em parceria com os municípios.

Neste arranque, a rede Barcelosbus será composta por duas linhas, que se cruzam na Avenida dos Combatentes. A linha amarela a linha amarela, com cerca de 10 quilómetros de extensão, ligará Vila Frescainha de S. Pedro a Arcozelo, passando pelo acesso pedonal do IPCA e pela Estação da CP. A linha vermelha, com cerca de 13 quilómetros, ligará o Estádio Cidade de Barcelos à freguesia de Rio Covo Santa Eugénia e à EB 2,3 Rosa Ramalho, em Barcelinhos, passando, ainda, pelas principais escolas.

Nos dias úteis, a Barcelosbus  funcionará das entre as 6h40 e as 19h30. Aos sábados, operará das 6h40 às 13h30. Na linha amarela a frequência será de 40 minutos; e na linha vermelha de uma hora.

O serviço será assegurado por dois autocarros adaptados a pessoas com mobilidade reduzida e equipados com Wi-Fi.

“Esta rede urbana de transportes é uma mais-valia para os barcelenses e vem colmatar uma lacuna de muitos anos, conferindo uma melhor qualidade de vida aos munícipes”, referiu a propósito o presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes,

“A rede Barcelosbus insere-se na gama SIM – Soluções Integradas de Mobilidade, que a Transdev tem vindo a implementar em dezenas de concelhos localizados, sobretudo, no Norte do país (…) à medida das necessidades de mobilidade” das populações, enfatizou, por seu turno, Pierre Jaffard, CEO da Transdev Portugal, no decorrer da apresentação pública do projecto, esta tarde, em Barcelos.

Até sábado, as viagens serão gratuitas. Depois custarão um euro cada, 20 euros para o passe mensal (neste caso com descontos que chega, aos 50%).

No último ano, os projectos SIM já implementados pela Transdev movimentaram uma média de 14.000 passageiros por mês.

Tags:

Comments are closed.