O primeiro navio fretado pela Endesa para transporte de GNL começará a operar em Julho. Sines será um dos portos a receber o “gigante” Adriano Knutsen.

Com o novo navio, a espanhola Endesa assegurará parte do transporte dos mil milhões de metros cúbicos de GNL que contratou, em 2o14, com a LNG Cheniere Energy, para fornecimento a partir do ano corrente, à saída do porto norte-americano de Corpus Christi.

Com 300 metros de comprimento, 48 ​​metros de largura (a largura máxima permitida para atravessar o Canal do Panamá) e 26,4 metros de escora, o Adriano Knutsen será o maior navio com bandeira espanhola e pode transportar nos seu quatro tanques criogénicos o GNL suficiente para abastecer durante um dia toda a Espanha, ou durante um ano uma localidade com 170 mil habitações.

O navio está praticamente concluído, estando a finalizar as provas de mar e de carga. Em Julho começará a operar comercialmente. O itinerário ainda não está fechado, mas é certo que escalará o terminal de GNL de Sines. E, em Espanha, os portos de Huelva, Barcelona, Bilbau, Ferrol, Cartagena e Sagunto.

Num ano, perspectiva-se que o Adriano Knutsen poderá fazer, a partir de Corpus Christi, 12 viagens no Atlântico ou no Pacífico mais seis viagens no exterior.

 

Comments are closed.