Depois do MSC Irene, em Agosto, é agora a vez do MSC Emanuela. O porto de Sines espera para amanhã, terça-feira, o seu segundo “megacarrier” de 14 mil TEU.

Tal como o “MSC Irene”, também o “MSC Emanuela” chegará ao Terminal XXI proveniente do Extremo Oriente e a caminho do Norte da Europa, em mais uma rotação do “Lion Service” da MSC.

O “MSC Emanuela” foi entregue à MSC em Setembro do ano passado pela coreana Samsung and Daewoo Shipbuilding Marine Engineering Co, que o construiu na Coreia do Sul, mas só este ficou operacional. Esta é a sua primeira viagem.

O navio tem um comprimento de 366 metros, 51 metros de boca e tem uma arqueação bruta de quase 152 mil toneladas. O seu calado máximo é de 16 metros. O “MSC Emanuela” pode transportar 13 798 TEU (10 500 a 14 toneladas), dispondo de ligações para mil TEU refrigerados.

Em Sines, o navio da MSC movimentará 1 234 TEU.

O porto de Sines e o Terminal XXI são os únicos em Portugal e dos poucos na Europa a disporem de condições naturais para receberem e operarem navios porta-contentores da última geração.

O terminal está a ser expandido, para poder acolher em simultâneo dois megacarriers. A administração portuária conta também com isso para afirmar Sines na nova geografia do sector que resultará da ampliação do canal do Panamá.

Comments are closed.