Pela primeira vez, um navio tanque movimentado a GNL escalou o porto de Sines. Aconteceu ontem, com o Eagle Brasilia.

Sines é um importante hub de GNL

Foi mais uma estreia para o porto de Sines. Um navio tanque alimentado a GNL escalou o terminal de granéis líquidos para descarregar 100 mil toneladas de crude.

A novidade foi protagonizada pelo Eagle Brasilia, um Aframax, com 250 metros de comprimento, 44 metros de boca e 15,1 metros de calado máximo, equipado com um sistema de alimentação de combustível “dual fuel”. Chegou a Sines proveniente de Sullom Voe, no Reino Unido.

O porto de Sines assume-se como uma importante plataforma transcontinental de movimentação de GNL. Além disso, vem-se preparando para operar navios alimentados a GNL, cada vez mais frequentes nas frotas mundiais pelos esforços de redução das emissões do sector. Exemplo disso, foi o primeiro abastecimento de GNL a um navio em portos continentais, realizado no passado Março.

 

Comments are closed.