Depois de ter crescido a dois dígitos em 2018, a Skynet projeta para este ano a renovação da frota e o alargamento da rede de plataformas em Portugal.

A Skynet atingiu no ano passado um volume de negócios de dez milhões de euros em Portugal, o que representou um crescimento “de dois dígitos”, anunciou a operadora expresso.

O crescimento verificado deveu-se, em boa parte, ao desenvolvimento do comércio electrónico, que justifica agora, em 2019, o investimento na renovação da frota e na ampliação da rede de plataformas logísticas.

No que toca à frota, a Skynet investiu já 4,1 milhões de euros na aquisição de 50 carrinhas e 50 camiões de 14 toneladas.

No relativo às plataformas, a expansão começou com a nova instalação na Maia, com 17 mil quadrados, “dos quais 3 200 m2 destinados a cross-docking” e prosseguirá  com as aberturas previstas para “Albufeira, Guarda e Aveiro”, que assim se juntarão à rede. O montante do investimento não é adiantado.

“Estes investimentos visam apoiar a estratégia de crescimento da marca e tornar o serviço ainda mais eficiente para que os clientes recebam as suas encomendas a tempo”, justifica Alcides Paulo, director geral da Skynet, citado em comunicado.

“Há um aumento da procura por parte de empresas de comércio electrónico, que nos pedem cotações de serviço para assegurarmos entregas ao domicílio de produtos adquiridos online. Apesar de se tratar de uma área de negócio muito competitiva e onde se verifica uma forte pressão sobre o preço apostam, cada vez mais, na qualidade do serviço”, acrescenta.

Em Portugal, a Skynet opera com 250 colaboradores e 250 viaturas, apoiadas em dez plataformas. A empresa é detida pela TCI.

A Sky Worldwide Express agrega operadores nacionais independentes uma rede que serve mais de 220 países.

 

Comments are closed.