As francesas SNCF e Alstom planeiam operar uma nova geração de comboios de Alta Velocidade em meados de 2022.

Alta Velocidade  TGV

As duas companhias anunciaram a criação de um programa conjunto para o desenvolvimento do comboio. “Liderará a definição de uma nova estratégia tecnológica, comercial e industrial para a Alta Velocidade”, salientam as partes, em comunicado.

O objectivo do projecto é reduzir os custos de aquisição e de operação de uma nova frota em pelo menos 20%, os custos de energia num mínimo de 25%,  aumentar a capacidade em pelo menos 20% e a reciclabilidade até além dos 90%.

Numa primeira fase, uma equipa de 20 elementos da SNCF e da Alstom irão definir as especificações das novas composições, o que deverá ser concluído até ao fim de 2017. A definição dos detalhes do design, a construção do protótipo, os testes e as necessárias homologações deverão demorar quatro anos, após o que se poderá iniciar a produção em série, o que coloca o prazo para o arranque da operação em meados de 2022.

A SNCF alocará ao projecto até 250 engenheiros, incluindo o seu centro de I&D de Le Mans.

Para a Alstom, o novo produto acrescerá à sua oferta de comboios de Alta Velocidade Avelia, já desenvolvidos ao abrigo do programa “TGV do futuro”, co-financiado pelo governo francês.

 

Tags:

This article has 1 comment

  1. ANTONIO CARLOS PIRES VIANA

    … e nós em Portugal a vê-los passar