A SNCF Fret deverá tornar-se uma companhia independente, no âmbito do plano de reestruturação da SNCF que o governo francês está a preparar.

O plano, que terá ainda de ser avaliado pelos trabalhadores e pelas autoridades europeias, e que tem sido alvo de contestação, prevê,  que a subsidiária de mercadorias do operador ferroviário público francês seja recapitalizada para limpar a dívida acumulada de 4 300 milhões de euros.

Após esse processo, poderá ser criada uma nova companhia independente, integralmente detida pela SNCF, mas totalmente reorganizada e completamente separada da SNCF Logistics, à qual pertence, no presente.

Se tudo correr como previsto, a nova empresa deverá estar operacional na primeira metade de 2020.

A SNCF Fret facturou 903 milhões de euros em 2017, segundo a imprensa francesa.

 

 

Tags:

Comments are closed.