A SNCF estará a preparar-se para comprar a espanhola Comsa Rail, parceira ibérica da portuguesa Takargo, avança a imprensa do país vizinho.

A SNCF já detém 25% da Comsa Rail, que é parceira a 50-50 da Takargo na Ibercargo, que opera em tráfegos ibéricos beneficiando das suas locomotivas interoperáveis.

No mercado espanhola, a Comsa Rail é o maior operador privado de transporte ferroviário de mercadorias, com uma quota de cerca de 9%. A Renfe, operador público, é líder incontestada, com uma fatia de cerca de 70%, apesar da liberalização do mercado.

Com a compra de 100% da Comsa Rail, através da SNCF Geodis, a operadora francesa reforçaria a sua posição no mercado espanhol e poderia, finalmente, representar uma ameaça real à hegemonia da Renfe.

O governo espanhol, recorde-se, pretende abrir o capital da operadora pública a privados. Os alemães da DB Schenker são apontados como candidatos naturais, mas Madrid estará mais inclinada a encontrar um parceiro entre os grandes armadores mundiais, replicando um pouco (ou muito) o exemplo da entrada da MSC na CP Carga, agora Medway.

As autoridades espanholas aguardam “luz verde” de Bruxelas para avançarem com 25 milhões de euros de incentivos à transferência modal das cargas, da rodovia para a ferrovia.

 

Os comentários estão encerrados.