A portuense Socedia inaugura em Maio uma fábrica de componentes automóveis na R.P. China, num investimento de 20 milhões de euros.

A Sodecia Dalian situa-se na cidade portuária de Dalian e emprega 200 trabalhadores. Já este ano a sua facturação deverá atingir os 30 milhões de euros.

Instalada num terreno de 3,6 hectares, a fábrica foi “toda construída de raiz”, com equipamento importado, e começou a laborar já no ano passado, precisou o director de marketing da empresa, Orlando Pinheiro, em declarações à “Lusa”.

Trata-se do maior investimento feito na Ásia pela Sodecia, empresa com sede no Porto, fundada em 1980 e entretanto implantada em nove países de quatro continentes (África do Sul, Alemanha, Argentina, Brasil, Canadá, China, Estados Unidos, Índia e Portugal)

A Sodecia Dalian produz componentes para as transmissões de veículos automóveis (“shift forks” e “part break systems”), neste caso para a unidade do grupo Volkswagen estabelecida na mesma cidade, disse Orlando Pinheiro.

Conhecida até há cerca de duas décadas como “Reino das Bicicletas”, a China tornou-se em 2010 o maior mercado automóvel do mundo, ultrapassando os EUA. As vendas de automóveis na China aumentaram 6,8% em 2012, para 14,68 milhões de unidades, e subiram ainda mais (19,2%) no primeiro trimestre de 2013.

A Sodecia emprega cerca de 5 500 pessoas (mais do dobro de há apenas quatro anos) e em 2012 as suas vendas somaram 611 milhões de euros.

A inauguração da Sodecia Dalian, marcada para 15 de Maio, ocorre num bom momento das relações comerciais luso-chinesas. Em 2012, as exportações portuguesas para a China aumentaram 30%, atingindo o valor recorde de 1 128 milhões de euros.

Comments are closed.