A STCP planeia adquirir 15 autocarros eléctricos até 2019. E espera receber o primeiro ainda este ano. Para já, e a partir  de hoje, testa  o e.BUS, autocarro concebido pela Salvador Caetano em parceria com a Siemens e a Universidade do Porto.

eBUS

“Há uma secreta esperança de que o primeiro [dos 15 novos autocarros eléctricos a adquirir] possa chegar ainda este ano, mas vamos ver como é que os prazos [do concurso a lançar] correm”, disse Jorge Delgado, adiantando que “se não for em Dezembro de 2017 por certo logo no início de 2018”.

Segundo o presidente do Conselho de Administração da STCP, em Março será lançado o concurso para aquisição dos 15 autocarros elétricos e de 282 novos autocarros movidos a gás natural.

O e.BUS estará em testes reais no Porto até meados de Março e a experiência servirá também para afinar os termos do caderno de encargos do concurso a lançar.

Considerando que actualmente os cidadãos “não pedem apenas para ser transportados entre dois pontos geográficos”, e por isso mesmo a STCP apostou na rede Wifi e “tecnologias de informação utilizadas ao serviço dos clientes”, Jorge Delgado sublinhou que, em 2019, “quando terminar a primeira fase do processo de renovação da frota, para além da percentagem de veículos movidos a combustíveis tradicionais ser inferior a 10%, a frota eléctrica será a mais expressiva no país”.

Com capacidade para transportar 88 passageiros (35 sentados), o e.Bius tem uma autonomia de 80 quilómetros e as suas baterias podem ser recarregadas em apenas 30 minutos.

Além dos benefícios ambientais, o e.Bus promete uma redução nos custos dos consumos e da manutenção.

Os comentários estão encerrados.