A STCP pretende rendibilizar o espaço da estação da Areosa, na Maia, concessionando-o a privados para a exploração de um parque de estacionamento.

O concurso público internacional foi agora lançado e prevê a concessão por um período de três anos, com a possibilidade de prorrogação por mais um. O concessionário terá de pagar, no mínimo, uma renda mensal de cinco mil euros.

A estação de recolha da Areosa localiza-se na Estrada Exterior da Circunvalação, que separa o Porto dos concelhos limítrofes. O espaço está praticamente desactivado, pelo fim da frota de troleicarros, primeiro, e pela criação de novos terminais da empresa (em particular o da Via Norte, também na Estrada Exterior da Circunvalação).

O futuro parque de estacionamento localizar-se-á paredes meias com a entrada na Invicta pela A3 (auto-estrada Porto-Braga, para onde converge também a A4, Porto-Vila Real), e a poucas dezenas de metros da estação terminal da Linha Amarela do Metro do Porto, do Hospital de São João e do pólo universitário da Asprela (a maior concentração de estabelecimentos de ensino superior da cidade).

A localização da estação da STCP chegou a apontá-la como uma hipótese para a instalação ali de uma estação terminal do Metro, ou para a criação de um interface de transportes públicos.

O caderno de encargos do concurso agora lançado prevê a criação de 530 lugares de estacionamento público descobertos.

A STCP tem outros espaços desactivados que pretende rendibilizar. A concessão agora lançada servirá também como uma experiência, podendo depois ser generalizada.

Os comentários estão encerrados.