A Stena Line anunciou o arranque da construção de mais dois ferries E-Flexer. Maiores do que os anteriores, têm entrega prevista para 2022.

Os dois novos E-Flexer da Stena Line terão 240 metros de comprimento e capacidade de carga de 3 600 metros lineares, quando os três primeiros têm 214 metros de comprimento e 3 100 metros lineares de capacidade de carga. No total, os navios maiores também têm mais 50% de cabines e camas, mais 30% de lotação de passageiros e 15% de capacidade de carga adicional.

Trata-se dos dois últimos de cinco ferries E-Flexer que a Stena Line encomendou, em 2018, para a Stena RoRo, ao estaleiro chinês CMI Jinling, em Wehai.

Dos três primeiros navios, os dois primeiros, o Stena Estrid e o Stena Edda, já entraram ao serviço no Mar da Irlanda, no início deste ano. O terceiro navio, Stena Embla, está em fase final de construção e deverá, no início de 2021, ser alinhado na rota Belfast-Liverpool.

Os E-Flexer são, de acordo com a Stena Line, até 30% mais eficientes em termos de energia do que as embarcações existentes na frota, graças ao design optimizado de casco, hélices, iluminação e lemes. Todas as cinco embarcações poderão ser transformadas para usarem gás e as duas embarcações maiores serão equipadas para receberem energia a partir de terra. A ligação de electricidade também permite uma conversão para híbrido eléctrico no futuro.

“Apesar dos tempos difíceis durante a pandemia de Covid-19, temos mostrado a importância da Stena Line para garantir o transporte de mercadorias e passageiros da Europa e as linhas vitais de abastecimento. Acreditamos no crescimento e procura contínuos em todos os nossos mercados e, com os novos ferries alinhados, estaremos bem equipados para o futuro ”, afirma, citado em comunicado, o CEO da Stena Line, Niclas Mårtensson.

Comments are closed.