Definitivamente, ou a TMB/Aventis fica com a Metro do Porto e com a STCP ou fica sem nenhuma, avisa o secretário de Estado dos Transportes. A dúvida vai esclarecer-se ainda antes de 15 de Agosto, quando o consórcio catalão tiver de pagar a caução.

stcpmetroporto

À margem da inauguração da plataforma logística de Leixões, Sérgio Monteiro garantiu que o caso ficará resolvido ainda na primeira quinzena de Agosto.

“Fica resolvido até ao final da primeira quinzena. Num sentido ou noutro fica resolvido. Há uma data antes do dia 15 de Agosto que é a data da entrega da caução. Portanto, de duas, uma: ou a caução é entregue e o contrato é assinado, ou a caução não é entregue”, disse.

Segundo o secretário de Estado com a tutela dos Transportes, se a caução não for entregue a adjudicação cai e deixa o aviso: “obviamente nós não vamos querer um concessionário que falha uma adjudicação na STCP e que fique com o contrato da Metro do Porto porque, por um motivo ou por outro, lhe agrada mais”.

“O que nós não podemos permitir enquanto Estado é que uma entidade privada queira um contrato e não queira outro e não aconteça nada, porque entregou uma proposta vinculativa para os dois contratos. E a nossa expectativa é que os dois contratos sejam assinados e honrados. Se não acontecer, certamente que essa entidade não ficará com a gestão da Metro do Porto”, avisou.

Sérgio Monteiro reiterou que nesse contexto “a repetição do concurso é uma inevitabilidade”, ficando a dúvida se esta repetição avança “ainda na vigência deste Governo ou se fica para a próxima legislatura”.

 

Comments are closed.