O governo suíço aprovou novas regras com o objectivo de reduzir as emissões dos camiões novos em 15% até 2025, e em 30% até 2030, face a 2015.

O tráfego rodoviário é, de acordo com a ministra do Ambiente da Suíça, Simonetta Sommaruga, um dos principais causadores de emissões de gases do efeito estufa no país. “Apesar dos regulamentos em vigor desde 2012, estes estão 1% acima dos níveis de 1990”, indica a governante helvética.

O documento aprovado pelo Conselho Nacional suíço (a câmara baixa do Parlamento) prevê ainda preços mais altos para bilhetes aéreos, um aumento no imposto sobre combustíveis, além de incentivos para modernizar as tecnologias de aquecimento mais poluentes.

A associação de ambientalista Alpen-Initiative considera os objectivos para a redução de emissões de camiões novos até 2025 e 2030 “ambiciosos, mas realistas”.

“Se a Suíça quer tornar-se neutra em termos climáticos até 2050, o transporte rodoviário deve ser descarbonizado rapidamente”, indica, citado em comunicado, o presidente da associação, Jon Pult. A mesma fonte salienta que a “tecnologia já existe” e que a legislação aprovada pela Assembleia Federal da Suíça “é o primeiro passo” no rumo certo.

 

 

 

 

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*