A TAAG aumentará, de sete para 11, o número de voos semanais entre Luanda e Lisboa, a partir de Novembro. Outra novidade do horário de Inverno serão as ligações a Maputo que permitirão, em Luanda, as conexões para Portugal e América do Sul.

TAAG - B777-300

No relativo aos voos entre as capitais angolana e portuguesa, aos voos diários nocturnos, com saída às 23h55 de Luanda, a TAAG acrescentará quatro voos semanais, durante o período da tarde.

A TAAG vai voar também duas vezes para semana para Maputo, com horários que permitirão a ligação em Luanda aos voos para Portugal e para a América do Sul, anunciou o porta-voz da companhia angolana.

Os voos para Maputo terão lugar às quartas e sextas-feiras, sendo garantidos com um avião Boeing 737-700, iniciando-se a ligação a 2 de Novembro, pelas 9h50 (hora de Angola), desde Luanda.

Além das ligações directas a Portugal (Lisboa e Porto), os horários das frequências para Moçambique darão, segundo Carlos Vicente, acesso aos dois voos semanais de Luanda para Havana (Cuba), que por sua vez passam a fazer escala na ilha do Sal, em Cabo Verde. O mesmo acontece para o Brasil, em que um único voo passa a fazer a ligação Luanda/São Paulo/Rio de Janeiro, no período nocturno, a partir de Novembro.

Em Agosto que o Estado angolano contraiu um empréstimo intercalar de 153,6 milhões de dólares (138 milhões de euros) para garantir a entrega, ainda este ano, do terceiro avião Boeing B777-300 ER encomendado pela TAAG, gerida desde 2015 pela Emirates.

Com a chegada da terceira aeronave, a companhia passará a operar com oito B777 da construtora norte-americana.

A TAAG assegura voos internacionais e rotas nacionais com recurso a cinco aviões Boeing 737 e sete B777 (200 e 300), estes para operar rotas internacionais também para Lisboa e Porto, além do Brasil e Cuba.

Tags:

Comments are closed.