O presidente das Linhas Aéreas de Angola (TAAG), Joaquim Teixeira da Cunha, disse hoje que a companhia está a fazer estudos de mercado e a ponderar o lançamento de operações directas para Londres e Paris.

TAAG - B777-300

“Em termos de novas rotas, estamos a avaliar estender a nossa operação a Paris ou Londres, estamos a realizar estudos de mercado e a ponderar o lançamento de operações directas”, disse Joaquim Teixeira da Cunha à “Lusa”, à margem do “Encontro Internacional de Aviação dos Países Lusófonos – Lusoavia”, que decorre esta semana em Lisboa.

Para já, a TAAG mantém as ligações para Lisboa e Porto, em Portugal, e para Londres, Paris e Bruxelas através da partilha de voos com outras operadoras.

Questionado sobre se fará parte da próxima administração da TAAG, cuja nomeação é competência do novo Executivo liderado por João Lourenço, o presidente da companhia angolana disse desconhecer o seu futuro.

“Ainda não sei, porque o novo governo entrou em funções recentemente e não tenho conhecimento das prioridades”, disse o gestor, considerando, ainda assim, que os administradores provenientes da árabe Emirates devem manter-se.

“Os quadros executivos que eram da Emirates ficaram contratados e eventualmente serão administradores executivos na nova administração, esta é a minha perspectiva”, concluiu Teixeira da Cunha.

Tags:

Comments are closed.