A TAAG vai iniciar uma operação “all cargo” entre Luanda e o hub belga de Liège, utilizando um B747-400F contratado à Network Airline Management.

A notícia é avançada pela própria companhia britânica no seu site. O voo, com uma capacidade de transporte de 120 toneladas, servirá basicamente os envios para Angola de componentes para a indústria petrolífera e de carga geral. E na inversa transportará exportações angolanas.

No âmbito do contrato “de longa duração”, a Network Airline Management assegurará o encaminhamento das cargas na Europa, além de garantir ligações com a América do Norte, Ásia e subcontinente indiano.

O comunicado divulgado não indica a data do início das operações mas avança a intenção de duplicar as frequências semanais a breve trecho.

A Network Airline Management integra o Networrk Aviation Group, que realiza operações de cargueiros para cerca de 20 companhias em todo o mundo, movimentando anualmente cerca de 70 mil toneladas, com uma frota de B747 e MD-11.

A TAAG é gerida, desde o final do ano passado, pela Emirates. A companhia angolana continua na “lista negra” da União Europeia, só voando para Lisboa e Porto, mas tem em curso um plano de reforço da frota com novos B777, estando nos planos o lançamento de voos para outras cidades europeias.

 

Tags:

Comments are closed.