A TAAG vai receber, entre Janeiro e Fevereiro de 2020, seis aviões do modelo Dash 8 Q400, actualmente construídos pela Havilland Canada, anunciou o presidente da comissão executiva.

Rui Carreira, citado pelo “Jornal de Angola”, disse ainda que os novos aparelhos, de 72 lugares, com um custo unitário entre 34 milhões e 38 milhões de dólares, fazem parte da estratégia de renovação da frota da companhia de bandeira e vão operar nas ligações domésticas e regionais.

O presidente da comissão executiva da TAAG salientou que o custo de aquisição dos novos aparelhos pode ser amortizado entre cinco a seis anos, “já que permitem ganhos operacionais significativos, sobretudo pelo baixo consumo de combustível, que é um terço menor do que o dos Boeing 737, actualmente a operar essas rotas”.

A compra de novos aviões para a TAAG havia sido cancelada por decisão do Presidente João Lourenço, anunciada em Abril passado, que exigiu um “estudo mais aprofundado” do plano de recuperação da transportadora pública.

O despacho presidencial de 9 de Abril mencionava especificamente as autorizações dadas em Janeiro para a celebração de contratos com a Boeing e Bombardier, do Canadá (anterior fabricante dos Dash 8 Q400) para a compra de 15 novos aparelhos até 2022.

Tags:

Comments are closed.