A TAAG retomará em Abril a ligação entre Luanda e a ilha do Sal, em Cabo Verde, interrompida desde 2016,  anunciou o presidente da comissão executiva da companhia aérea angolana.

Rui Carreira precisou à “Angop” que a ligação ao Sal será feita com uma escala na rota Luanda-Havana, com dois voos semanais, não tendo a companhia intenção de iniciar qualquer nova rota de longo curso este ano.

Já no que toca aos voos regionais, o presidente da TAAG anunciou a provável abertura, em Junho, da rota para Lagos, Nigéria, e posteriormente talvez para Acra (Gana),

Rui Carreira adiantou que a limitação actual deriva do número reduzido de aviões, “pelo que quando os Bombardier começarem a chegar já este ano a companhia terá uma frota mais alargada, a que se associarão novas tripulações.”

O presidente da comissão executiva acrescentou que Londres é um dos mercados que se apresenta como grande promessa para o futuro e que consta das prioridades da companhia, bem como Paris e, mais tarde, os EUA.

Nas declarações à “Angop” , Rui Carreira anunciou ainda que a TAAG deverá poupar quatro milhões de dólares por ano com a supressão, em vigor desde 1 de Fevereiro, das refeições distribuídas aos passageiros nos voos internos.

Tags:

Comments are closed.