A TACV decidiu devolver à locadora Internacional Lease Finance Corporation (ILFC) um dos dois Boeing 737-800, por “não possuir mercado suficiente para a ocupação plena de três aviões”.

A porta-voz da Transportes Aéreos de Cabo Verde, Laura Mariano, disse que o B737-800 CBY partiu na manhã de sexta-feira do aeroporto da Praia rumo à Polónia, pilotada por uma tripulação cabo-verdiana e com uma equipa de manutenção que vai acompanhar os trabalhos a decorrer em Linetech (Polónia) para, depois, proceder à entrega do aparelho à ILFC.

Citada pela “Inforpress”, Laura Mariano justificou a devolução com o facto de, na sequência da mudança da frota em 2011, a companhia ter passado a ter três Boeing, dois 737-800 e um 757-200, sem dispor de “mercado suficiente para ocupação plena dos aviões.”

Segundo Laura Mariano, como medida de contenção de custos, o Conselho de Administração, presidido por João Pereira Silva, negociou com a ILFC a devolução de um dos aparelhos.

A devolução do “Praia” “foi concluída satisfatoriamente sem penalização para a TACV e irá traduzir-se numa poupança de cerca de cinco milhões de dólares em 2014”, disse ainda a porta-voz da companhia.

Comments are closed.