Serviço arrancou anteontem e terá quatro ligações semanais em cada sentido. Prevê-se um movimento de 250 mil toneladas/ano.

A Ibercargo Rail, participada da Takargo e da Comsa Rail, acaba de lançar um serviço ferroviário que liga a região de Valência à Galiza através do território nacional.

O novo serviço, denominado “Iberian Steel”, é o resultado de uma parceria com a Tramesa, operador logístico espanhol. A ligação tem uma extensão de 1 330 quilómetros, o que faz dela um dos maiores corredores ibéricos para o transporte de mercadorias. O transit time é de 30 horas.

Os comboios, com capacidade de carga de 1 200 toneladas cada, e podendo transportar contentores ou caixas móveis, saem às segundas, terças, quintas e sextas-feitas de Sagunto (Valência) e as viagens de regresso acontecem nos dias imediatamente seguintes.

À partida de Sagunto as composições passam por Silla, Madrid, Fuentes de Oñoro, Guarda, Aveiro, Estarreja, Porto, Valença e Vigo. Ou seja, a fronteira é cruzada duas vezes em cada sentido, sem paragens, graças à utilização das locomotivas interoperáveis.

Os promotores contaram, uma vez mais, com a colaboração da Adif e da Refer para, juntos, estabelecerem os

Tal como o nome do serviço indicia, o transporte de peças metálicas para as fábricas automóveis em Palmela e em Vigo são uma das apostas do novo serviço. Mas não só. O objectivo é atingir as 250 mil toneladas anuais.

Para a montagem deste novo corredor, os três promotores envolvidos dizem ter investido cerca de 20 milhões de euros, em locomotivas, vagões e equipamentos intermodais.

No primeiro ano de actividade, a Ibercargo Rail realizou mais de 450 comboios transfronteiriços, ligando Portugal a Vigo, Madrid, Valência, Saragoça, Barcelona e Tarragona.

Os comentários estão encerrados.