Agosto não foi de férias para a carga no aeroporto do Porto. O movimento global cresceu 10% em termos homólogos, com a TAP e as “restantes” companhias a puxarem pelos números.

No mês passado, o “Francisco Sá Carneiro” processou 2 841 toneladas, de acordo com os dados da ANA – Aeroporto do Porto. Uma subida 9,5% que atirou o acumulado dos oito meses para as 24 065 toneladas, mais 5,8% que há um ano.

Depois de meses sucessivos em forte perda, a TAP Cargo logrou voltar a crescer, e logo 26%, tendo atingido as 271 toneladas. Foi o melhor desempenho entre os principais players. Ainda assim, em termos acumulados a companhia nacional perde ainda 26%, com 1 911 toneladas.

O agregado das “restantes” companhias (onde cabem todas que não a Star Air (UPS), EAT (DHL), Air France, TNT e TAP), praticamente duplicou os volumes movimentados, tendo chegado em Agosto às 646 toneladas. Acumula agora 4 434 toneladas, 42% acima do conseguido no período homólogo do ano passado.

A ANA não individualiza as companhias, mas entre elas conta-se a TAAG e o facto é que o mercado angolano representou em Agosto 406 toneladas (um salto de 534%) e já vale 1 920 toneladas em 2011 (mais 652%).

Entre os principais operadores, a Star Air/UPS manteve a liderança mensal, com uma subida de 7% até às 667 toneladas, e voltou a crescer no year-to-date, ainda que apenas 0,3% para as 6 017 toneladas.

A EAT/DHL recuou 5% em Agosto até às 590 toneladas, mas segurou o segundo lugar com um acumulado de 5 565 toneladas (mais 2,6%. A Air France continua terceira, com 383 toneladas no mês (menos 21%) e 3 280 no ano (menos 8%). Mas deixou aproximar-sse a TNT Airways, com 284 toneladas (menos 13%) e 2 858 toneladas (mais 38%), respectivamente.

Em Agosto, o aeroporto do Porto fixou um novo recorde mensal nos passageiros, com um total de 694 705. E ultrapassou a fasquia dos quatro milhões terminando o mês nos 4,15 milhões (mais 0,5% em termos homólogos).

 

Comments are closed.