Nem aumento de capital, nem nacionalização, nem insolvência. O Estado deverá injectar na TAP mil milhões de euros, num empréstimo público ou privado.

TAP deverá receber mil milhões do Estadoores

Ainda não há acordo, mas as negociações entre o Estado e os privados na TAP decorrem agora num “espírito mais positivo”, avança a “TSF”. Que adianta também o valor da ajuda estatal à companhia aérea: cerca de mil milhões de euros.

A forma como o dinheiro chegará à tesouraria da TAP ainda não está fechada. Fora de causa estará o aumento de capital (que reforçaria a posição do Estado ou obrigaria os privados a acompanhar o esforço financeiro), assim como a nacionalização ou a declaração de insolvência da companhia.

Em aberto estará, então, a possibilidade de um empréstimo público à TAP, ou a contratação de um financiamento junto de privados com a garantia do Estado. Em qualquer dos casos, havendo incumprimento o Estado transformaria os créditos em capital.

A Comissão Europeia já deu “luz verde” às ajudas dos estados-membros às suas companhias aéreas, e é isso mesmo questão a fazer Itália, França, Holanda, Alemanha, Reino Unido, Espanha, Áustria, etc..

O Estado, pela voz do ministro Pedro Nuno Santos, tem mantido uma postura musculada sobre as negociações com os accionistas privados para garantir a sobrevivência da TAP, tendo deixado bem claro, por mais de uma vez, que a disponibilização de fundos terá de ter como moeda de troca o reforço do controlo da gestão da companhia.   .

TAP deverá receber mil milhões do Estado TAP deverá receber mil milhões do Estado

Comments are closed.