A TAP e a Azul Linhas Aéreas Brasileiras formalizaram um acordo para a prestação de serviços de transporte aéreo conjuntos, anunciou a companhia portuguesa.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a TAP refere que o acordo de cooperação, formalizado ontem, “tem por objectivo estabelecer um modelo de cooperação comercial entre a TAP e a Azul, comummente usado na indústria da aviação, para prestar serviços de transporte aéreo conjuntos, aumentando a eficiência e a diversidade de produtos e serviços que são disponibilizados aos passageiros, nomeadamente em termos de frequências, horários disponíveis e número de origens e destinos servidos em combinação”.

A TAP salienta que este acordo não implica qualquer alteração accionista nas companhias aéreas, “que continuam a ser duas entidades juridicamente independentes”.

A implementação deste acordo de cooperação, segundo o comunicado da transportadora, “fica condicionada à obtenção das autorizações e/ou não oposição e realização das comunicações necessárias junto das autoridades de regulação e da concorrência competentes”.

A brasileira Azul foi fundada, em 2008, por David Neeleman, empresário que integra, com Humberto Pedrosa, o consórcio Atlantic Gateway, que controla 45% do capital da TAP.

Tags:

This article has 1 comment

  1. Ora aqui está o culminar da estratégia da AZUL, o seu dono David Neelman fez o que todos sabíamos, utilizou a TAP para dar músculo à sua companhia, mas o que é inteligente é que enganou Portugal tendo fugido ao controle entidades fiscalizadoras que “mais 1 vez fora metidas no bolso” e deixaram passar no escrutineo quem de facto mandava entre os 2 privados, claro que Humberto Pedrosa da Barraqueiro nunca mandou nada e DN manda em tudo apesar do 1º ser português e o 2º NÃO !!