A TAP recebeu ontem o seu primeiro A320neo encomendado à Airbus. A renovação e ampliação da frota contempla 71 aparelhos.

“A chegada a Lisboa deste primeiro A320neo é um marco importante no ambicioso plano de investimentos definido
aquando da privatização da companhia e que vai permitir à TAP transformar-se na operadora com uma das frotas mais modernas ao seu serviço a nível mundial”, refere a transportadora em comunicado.

Depois da assinatura do contrato de privatização, os novos accionistas da TAP anunciaram uma encomenda de 53 aviões de última geração à Airbus: 15 A320neo, 12 A321neo, 12 A321LR (Long Range) e 14 A330neo, a que foram acrescentados outros 18 aparelhos.

Em conformidade, a TAP deverá receber este ano um A320neo, dois A321neo e um A330neo, e no próximo ano três A320neo, três A321neo, dois A321LR e seis A330neo.

As entregas deverão prosseguir até 2025.

A TAP garante que os novos aparelhos serão “mais modernos, confortáveis, na vanguarda tecnológica e mais eficientes em cerca de 15% em termos de consumo de combustível e de redução das emissões de CO2”.

“A modernização da frota da TAP com os mais avançados aviões disponíveis no mercado vai permitir à companhia aumentar a sua oferta e crescer para novos destinos, de forma ainda mais eficiente, reforçando a sua competitividade na arena global e contribuindo para uma crescente centralidade de Portugal enquanto hub Atlântico do transporte aéreo e para a atracção de novos fluxos turísticos para o País”, sublinha o comunicado.

Tags:

Comments are closed.