Em Abril, foi mais caro enviar um contentor para a China do que trazê-lo para o Norte da Europa, a avaliar pelas tarifas spot, segundo a BIMCO.

Tarifas Europa-China superaram China-Europa

As tarifas spot de transporte de contentores no China-Norte da Europa registaram, em Abril, uma rara inversão, com os valores no eastbound a superaram os do westbound.  A BIMCO explica que tal decorreu das graves interrupções da cadeia de abastecimento no principal centro de produção do mundo, devido ao surto de Covid-19, causando ondas de choque em todo o Extremo Oriente.

“Uma reversão das tarifas spot de ida e volta é um evento raro. Especialmente numa rota de volumes elevados como a do Extremo Oriente para a Europa, que normalmente mantém uma proporção de 2:1. Como a capacidade foi cortada de forma decidida e rápida por todas as companhias de transporte para responder à evaporação da procura de contentores com origem na China, a utilização muito melhorada da rota no sentido da Europa para a China colocou as companhias em posição de definir tarifas spot mais altas”, refere, em comunicado, o analista-chefe da BIMCO, Peter Sand.

Em regra, por cada dois contentores carregados transportados no sentido Oeste, apenas uma sai na direcção contrária. Fevereiro provou ser um ponto de viragem para as tarifas spot, pois os volumes terminaram quase em equilíbrio nesse mês, dado que 634 mil TEU seguiram para Leste e 690 mil para o Oeste. Um equilíbrio que se explica porque enquanto os volumes Europa-Ásia aumentaram 1%, os tráfegos Ásia-Europa caíram 32%.

“Abril foi único nesse sentido e o fenómeno está concluído por agora. As tarifas spot de saída dos principais portos da China com destino a descarga no Norte da Europa estavam, a 19 de Maio, fixadas em 1 453 dólares (1 325 euros) por FEU, contra 1 356 dólares (1 237 euros) por FEU para contentores que vão para o Leste”, acrescenta Peter Sand.  .

Nas próximas semanas a relação das tarifas tenderá a normalizar, à medida que as companhias de navegação repõem oferta de capacidade no Ásia-Norte da Europa para responderem ao aumento da procura.

Tarifas Europa-China superaram China-Europa 

Comments are closed.